Início > Notícias da Embaixada
As Celebrações do Ano Novo Chinês em 2020 ao redor do Brasil
2020/02/19

Apesar das comemorações de ano novo terem sido canceladas na China, por conta da epidemia do novo coronavírus, as celebrações em terras brasileiras estiveram a todo vapor. Cidades brasileiras de grande importância cultural entraram no clima das festividades chinesas. Entre os dias 22 a 26 de janeiro de 2020, Recife, Foz do Iguaçu e Curitiba puderam experimentar bem de perto esse período festivo com espetáculos de altíssimo nível apresentados pela Companhia Artística e Cultural de Henan.

Organizado pela Embaixada da China, Consulado-Geral da China em São Paulo, Consulado-Geral da China em Recife em conjunto com as Prefeituras de Curitiba, Foz, Recife e entidades Governamentais bem como a sociedade civil, o evento das celebrações do Ano Novo Chinês foi uma grande oportunidade para o povo chinês que vive no Brasil mostrarem a sua cultura e costumes, partilhando alegria com sinceros votos de um 2020 muito próspero.

A cidade de Recife abriu as celebrações do “Feliz Ano Novo Chinês” no Brasil no dia 22 de janeiro no Teatro Luiz Mendonça. No palco, cerca de 20 artistas chineses, entre monges guerreiros do Templo Shaolin, dançarinos e acrobatas da Companhia Artística e Cultural de Henan, revezaram-se em performances de dança, acrobacia e artes marciais.

A Cônsul-Geral da China em Recife, Sra Yan Yuqing, destacou o simbolismo da celebração para o povo chinês e ressaltou a importância da parceria. “Esse espetáculo tem vários significados. É uma combinação das culturas chinesa e brasileira. Como o Brasil e a China são parceiros estratégicos e intelectuais, a integração entre as nações inclui comércio, política e também deve envolver cultura. O encontro entre as culturas é muito importante, é como um intercâmbio de povos”, pontuou. Ao fim, a Cônsul-Geral falou da semelhança do Ano Novo Chinês com o carnaval pernambucano e convidou os recifenses a conhecer de perto a festa oriental.

Além de membros do Consulado-Geral da China em Recife, também estiveram presentes o Ministro Conselheiro da Embaixada da China, Sr. Shu Jianping, a Vice-Governadora de Pernambuco, Sra Luciana Santos e o Vice-Prefeito de Recife, Sr. Luciano Siqueira.

“Nós sempre temos buscado estreitar o intercâmbio cultural. A troca de experiências e informação entre os países e, através da cultura, nos aproximamos do nosso modo de pensar, viver, lutar e sobretudo cultivar nossas esperanças num mundo de progresso e paz”, destacou o Vice-Prefeito Luciano Siqueira.

Na sequência a cidade das Cataratas foi escolhida para ser o palco das celebrações do Feliz Ano Novo Chinês e não podia ser diferente, as belezas naturais das cataratas de Foz do Iguaçu contrastaram com o vermelho chinês. Com duas apresentações exclusivas nos dias 24 e 25 de janeiro a Companhia Artística e Cultural de Henan abrilhantou as celebrações da passagem do Ano Novo Chinês com um público de mais de três mil pessoas. Os eventos tiveram uma ampla cobertura jornalística e diversas autoridades estiveram presentes como o Prefeito em exercício Nilton Bobato, o secretário de Turismo, Comércio, Indústria e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla. Além do senhor Ministro Conselheiro da Embaixada da China, Shu Jianping.

“É difícil ter um cenário no mundo mais belo que este” disse Piolla no momento das apresentações nas cataratas. “Um agradecimento especial à Embaixada da China no Brasil pela parceria, na figura do amigo, ministro conselheiro de Cultura e Turismo, Shu Jianping”, ressaltou o secretário que completou: “Ao povo chinês, sobretudo de Wuhan, cidade amiga de Foz do Iguaçu, nossa solidariedade por esse momento preocupante por conta do surgimento de um novo vírus que ameaça a saúde pública mundial”.

Pela primeira vez, em 327 anos de história Curitiba, os curitibanos celebraram na Ópera do Arame, o Feliz Ano Novo Chinês na tarde do dia 26 de janeiro. O público lotou o espaço e a plateia vibrou e aplaudiu com enorme entusiasmo as apresentações de dança e de artes marciais dos monges guerreiros do Templo de Shaolin. Também fizeram parte do espetáculo danças folclóricas com as bailarinas da Companhia de Dança de Zhengzhou. Além de demonstrações da Dança do Leão, com integrantes da Academia de Kung Fu Wu Shu Shaolin do Norte, e da Dança do Dragão, pela Academia Sino-Brasileira de Kung Fu.

Esta foi a primeira vez que o Ano Novo Chinês foi celebrado em Curitiba. "Nossa cidade, que abriga tantas culturas, também acolhe as manifestações da comunidade chinesa. Fomos escolhidos para receber o espetáculo e isso se dá pelo reconhecimento de que somos uma cidade que valoriza a cultura”, disse a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro.

O assessor de Relações Internacionais da Prefeitura de Curitiba, Rodolpho Zanin Feijó, falou da importância de reforçar as relações com a China, pelas oportunidades que oferece também no setor econômico. “É um país de destaque no cenário econômico global. Curitiba só tem a ganhar com eventos como este”, disse Rodolpho Zanin.

Dando continuidade as celebrações, os paulistanos receberam o ano novo chinês com muita alegria e festividade, como fazem todos os anos, tradicionalmente na Praça da Liberdade em São Paulo, a comunidade chinesa une-se aos paulistanos nas festividades. Uma curiosidade interessante é que os paulistas foram os que mais procuraram pela data no Google. O termo Ano Novo Chinês foi o mais procurado em janeiro, 40% a mais do que a média brasileira, ou seja, não faltaram interessados em celebrar esse período festivo que nesse ano ocorreram nos dias 01 e 2 de fevereiro.

A cidade de Taboão da Serra que fica localizado na zona sudoeste de São Paulo também não ficou de fora das festividades chinesas, pelo 7º ano consecutivo Taboão da Serra celebrou o Ano Novo Chinês na tarde do dia 10 de fevereiro. O evento foi realizado pela A.T.S. Associação Taboão da Serra de Kung Fu Garra de Águia Lily Lau. Segundo o presidente da A.T.S., Fábio Lachi, este foi o melhor ano da festa em Taboão da Serra, e essa é uma opinião unânime. O evento contou com a presença de uma palestrante que abordou diversos temas. Além das barracas de comidas típicas, as escolas de Taboão da Serra e convidadas de outras cidades, apresentaram a dança do Dragão e do Leão, artes marciais, demonstrações de luta com espadas e um rapper oriental, que agitaram a festa.

Suggest to a friend   
Print