Início > Notícias da Embaixada
Resposta aos jornalistas do porta-voz da Embaixada da China sobre comentários inadequados duma autoridade brasileira em relação à China
2021/04/29
 

Repórter: Ontem, uma alta autoridade do governo brasileiro afirmou que a China inventou o vírus e que a vacina chinesa é muito menos eficaz do que a americana. Qual é o comentário do lado chinês sobre isso?

Porta-voz da Embaixada: Notamos as notícias, assim como as explicações posteriores dadas pelo envolvido. No momento em que a China se esforça ao máximo e supera as dificuldades para fornecer vacinas e IFA ao Brasil, um comentário dessa natureza, partindo de uma autoridade brasileira de alto escalão, não está em conformidade com o desejo de ambas as partes de criar um ambiente favorável à cooperação bilateral e nem corresponde à verdade, para o qual a parte chinesa expressa a sua insatisfação.

Rastrear a origem de um vírus é uma questão científica, que deve ser realizado através da colaboração da comunidade científica mundial. Desde o início do surto da COVID-19, a China tem compartilhado informações de forma aberta e transparente, além de oferecer apoio a pesquisadores de diversos países na investigação científica sobre a origem e a via de transmissão do coronavírus. Convidou, por duas vezes, especialistas da OMS para conduzir pesquisas na China, cujo relatório já foi publicado. É preciso respeitar a ciência e os pareceres e conclusões dos cientistas.

A China tem atuado com espírito humanitário, boa-fé e solidariedade na cooperação internacional para o enfrentamento da pandemia. É o país que mais disponibilizou vacinas ou IFA à comunidade internacional, incluindo o Brasil. Tendo em conta a amizade e o interesse comum de longo prazo dos dois países e do povo chinês e o brasileiro, a China superou todas as dificuldades para fornecer materiais médicos ao Brasil e sempre considera o Brasil como um parceiro prioritário na cooperação de vacinas. Essas ações, que contribuem para a superação da pandemia pelo povo brasileiro, ganham amplo reconhecimento da sociedade brasileira. A China está disposta a continuar a trabalhar junto com o Brasil para preservar o clima amistoso e saudável do desenvolvimento das relações bilaterais e lutar junto com o povo brasileiro para vencer a pandemia o mais breve possível.

 

Suggest to a friend   
Print