Início > Notícias de Atualidade
Indústria siderúrgica da China enfrenta dificuldades, diz associação
2013/01/31

Beijing, 31 jan (Xinhua) -- A indústria de aço da China enfrentou suas maiores dificuldades das últimas décadas no ano passado devido à redução na demanda resultante da desaceleração econômica mundial, informou uma associação do setor nesta quinta-feira.

A produção de aço bruto da China cresceu 3,1%, atingindo 716,54 milhões de toneladas em 2012, uma queda de 5,8 pontos percentuais em relação ao ano anterior, revelou a Associação de Ferro e Aço da China (CISA, na sigla em inglês) em uma coletiva de imprensa.

A CISA disse que suas empresas membros registraram uma queda anual de 98,22% nos lucros, que ficaram em 1,58 bilhão de yuans (US$ 252 milhões).

A indústria de aço enfrentou uma situação extremamente difícil no ano 2012, pois a desaceleração econômica tanto na China como no restante do mundo diminuiu a demanda no mercado e resultou em quedas dos preços de aço, indicou a associação.

O Produto Interno Bruto da China cresceu 7,8% anualmente, atingindo 51,93 trilhões de yuans (US$ 8,27 trilhões) no ano passado, registrando a taxa de crescimento mais lenta desde 1999, de acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas.

A desaceleração do crescimento econômico baixou a demanda por aço das indústrias a jusante, como os setores de construção de ferrovias, incorporação imobiliária e construção naval, segundo a associação.

Enquanto isso, o setor de aço da China ainda tem capacidade de produção excessiva, fazendo com que a produção de aço exceda em grande medida a demanda do mercado.

Em consequência, a concorrência entre os produtores de aço se tornou acirrada para promover as vendas, o que resultou em quedas dos preços de aço, disse a associação.

"A indústria de aço viveu as suas maiores dificuldades desde o início deste século", acrescentou. Fim

Suggest to a friend   
Print