Início > Notícias de Atualidade
Desenvolvimento econômico e social da China em 2012
2013/02/22

Beijing, 22 fev (Xinhua) -- O Departamento Nacional de Estatísticas (DNE) da China divulgou na sexta-feira um relatório sobre o desenvolvimento econômico e social do país em 2012.

Xie Hongguang, vice-diretor do DNE, disse que o relatório destaca o crescimento econômico estável e relativamente rápido, a otimização contínua da estrutura econômica e a melhora do nível de vida do povo.

A seguir estão alguns dados importantes sobre o desenvolvimento econômico e social da China em 2012:

-- O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 7,8% em relação ao ano anterior para 51,93 trilhões de yuans (US$ 8,26 trilhões).

-- O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da China, o principal indicador da inflação, aumentou 2,6% em relação ao ano passado, inferior à meta do governo de 4%.

-- Ao final do ano, 54 cidades no pool estatístico das 70 principais cidades rastreadas pelo DNE apresentaram aumento nos preços dos imóveis mês a mês.

-- Ao final do ano, 767,04 milhões de pessoas estavam empregadas na China, incluindo 371 milhões nas cidades.

-- Um total de 12,66 milhões de empregos foi acrescentado nas cidades. A taxa de desemprego urbano registrado manteve-se inalterada sobre o ano passado, se estabelecendo em 4,1%.

-- O número de trabalhadores migrantes rurais aumentou 3,9% para 262,61 milhões no final do ano passado, correspondendo a 19,39% da população total do país.

-- As reservas de divisas da China totalizaram US$ 3,31 trilhões ao final do ano, marcando um crescimento anual de US$ 130,4 bilhões.

-- O valor da moeda chinesa, o yuan, fortaleceu-se 0,25% em relação ao ano anterior para 6,2855 contra o dólar dos Estados Unidos até o fim de ano.

-- As receitas fiscais da China cresceram anualmente 12,8% para 11,72 trilhões de yuans. A arrecadação contribuiu com 10,06 trilhões de yuans, um aumento de 12,1% em relação ao ano passado.

-- A produção de cereais da China aumentou 3,2% sobre o ano anterior até 589,57 milhões de toneladas, marcando o nono ano consecutivo de crescimento.

-- As áreas de cultivo de cereais na China totalizaram 111,27 milhões de hectares, 0,62% a mais sobre o ano anterior.

-- A produção industrial de valor agregado cresceu anualmente 7,9% até 19,99 trilhões de yuans.

-- O investimento em ativos fixos subiu anualmente 20,3% para 37,47 trilhões de yuans.

-- As vendas no varejo de bens de consumo aumentaram 14,3% para 21,03 trilhões de yuans. As vendas nas áreas urbanas cresceram 14,3%, enquanto subiram 14,5% nas áreas rurais.

-- O volume total de comércio exterior subiu 6,2% em relação ao ano passado para US$ 3,87 trilhões. O superávit comercial do país permaneceu em US$ 231,1 bilhões, US$ 76,2 bilhões a mais se comparado ao do ano anterior.

-- O investimento direto estrangeiro na China caiu 3,7% para US$ 111,7 bilhões.

-- A oferta da moeda ampla da China (M2), que cobre o dinheiro em circulação mais todos os tipos de depósitos, aumentou anualmente 13,8% até 97,4 trilhões de yuans.

-- A oferta monetária restrita (M1), que compreende o dinheiro em circulação e os depósitos em contas correntes corporativas, subiu 6,5% para 30,9 trilhões de yuans.

-- A população total permaneceu em 1,354 bilhão de pessoas no fim do ano, 6,69 milhões a mais em relação ao ano passado.

-- A população urbana atingiu 711,82 milhões, correspondendo por 52,6% do total do país, 1,3 ponto percentual a mais sobre o ano anterior.

-- A renda per capita disponível de residentes urbanos subiu 12,6% em relação ao ano passado para 24.565 yuans.

-- A receita líquida per capita de residentes rurais aumentou 13,5% para 7.917 yuans. Fim

Suggest to a friend   
Print