Início > Notícias de Atualidade
Nenhum desafio impedirá o desenvolvimento da China, diz livro branco
2019/06/02

Nenhum desafio impedirá o desenvolvimento da China, embora seu desenvolvimento possa não ser fácil, e as dificuldades ou até os perigos sejam inevitáveis, disse no domingo um livro branco.

Seja como for o futuro, a China está confiante em enfrentar os desafios, transformando riscos em oportunidades e abrindo novos capítulos, disse o livro branco intitulado Posição da China sobre as Consultas Econômicas e Comerciais China-EUA, divulgado pelo Departamento de Comunicação do Conselho de Estado.

A China continua comprometida com sua própria causa, não importa como o ambiente externo mude. A solução fundamental para as tensões econômicas e comerciais é se fortalecer através de reforma e abertura.

Com a enorme demanda do mercado interno, uma reforma estrutural mais profunda no lado da oferta melhorará de forma abrangente a competitividade dos produtos e das empresas chinesas, afirmou.

O país ainda tem espaço suficiente para manobras de política fiscal e monetária. A China pode manter um bom ímpeto para um desenvolvimento econômico sustentável e saudável, e suas perspectivas econômicas são brilhantes, de acordo com o documento.

Salientando que a China continuará aprofundando a reforma e a abertura, o livro branco disse que a porta da China não será fechada; só vai se abrir ainda mais.

Em seu discurso na cerimônia de abertura do Segundo Fórum do Cinturão e Rota para a Cooperação Internacional, o presidente chinês, Xi Jinping, anunciou que a China adotaria uma série de importantes medidas de reforma e abertura, fortaleceria os arranjos institucionais e estruturais e promoveria a abertura para um nível mais alto.

As medidas a serem tomadas incluem a expansão do acesso ao mercado para investimentos estrangeiros em áreas mais amplas, fortalecimento da cooperação internacional na proteção da propriedade intelectual, aumento das importações de bens e serviços, implementação de uma coordenação internacional mais eficaz em políticas macroeconômicas e maior ênfase na implementação das políticas de abertura.

Uma China mais aberta terá mais interações positivas com o mundo, o que, por sua vez, promoverá o desenvolvimento e a prosperidade tanto da China quanto do mundo, disse o livro branco.

Suggest to a friend   
Print