Início > Relações Sino-brasileiras
Construção de Cinturão e Rota tem resultados positivos, diz China
2016/06/23

Beijing, 23 jun (Xinhua) -- Os projetos de construção da Iniciativa Cinturão e Rota da China estão ganhando força com várias realizações e acordos entre a China e os países eurasiáticos, disse um alto funcionário do Ministério do Comércio na quarta-feira.

A cooperação econômica entre a China e os países eurasiáticos tem desenvolvido rapidamente, disse o ministro assistente do Ministério, Tong Daochi, em uma coletiva de imprensa.

Tong afirmou que as conquistas incluem o acordo com Rússia sobre alinhamento da Iniciativa Cinturão e Rota com o desenvolvimento da União Econômica Eurasiática (UEE) e estratégias do desenvolvimento conjunto com a União Europeia, Cazaquistão, Mongólia e Indonésia.

O investimento direto por companhias chinesas nos países ao longo da zona de Cinturão e Rota chegou a US$ 14,8 bilhões em 2015, aumento de 18,2% no âmbito anual, e o valor total de contratos com estes países subiu 7,4% no ano passado para US$ 92,6 bilhões.

A China continuará a promover projetos de construção ao longo de corredores econômicos incluindo o corredor econômico China-Mongólia-Rússia, o corredor econômico de nova ponte terrestre eurasiática, e o corredor econômico Bangladesh-China-Índia-Mianmar, para facilitar a logística internacional, segundo Tong.

A Iniciativa Cinturão e Rota, proposta pela China em 2013, se refere ao Cinturão Econômico da Rota de Seda, que liga a China com a Europa através da Ásia Central e Ocidental via estradas interiores, e a Rota da Seda Marítima do Século 21, que liga a China com outros países asiáticos, África e Europa por mar. É uma estratégia e moldura de desenvolvimento com foco na interconectividade e cooperação entre os países principalmente na região euroasiática. Fim

Suggest to a friend   
Print