Início > Relações Sino-brasileiras
Ampliação: Xi reúne-se com vice-presidente brasileiro
2019/05/25

Beijing, 24 mai (Xinhua) -- O presidente chinês, Xi Jinping, reuniu-se na sexta-feira com o vice-presidente brasileiro, Hamilton Mourão, no Grande Palácio do Povo em Beijing.

Xi pediu a Mourão para transmitir suas saudações cordiais para o presidente brasileiro Jair Bolsonaro e elogiou o empenho do novo governo do Brasil para desenvolver a parceria estratégica abrangente entre os dois países.

A China e o Brasil são os maiores países em desenvolvimento nos hemisférios oriental e ocidental, respectivamente, disse Xi, assinalando que ambos os países são importantes grandes economias emergentes com desejo pelo desenvolvimento comum assim como enorme potencial do desenvolvimento, e são importantes potências no processo de multipolarização mundial.

Este ano marca o 45º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e o Brasil.

Xi disse que as relações China-Brasil estão em um ponto chave para se construir com base nos feitos passados para abrir um novo horizonte.

"Ambos os lados devem continuar a considerar um ao outro como uma oportunidade e parceiro para seu próprio desenvolvimento, e respeitar, confiar e apoiar um ao outro, e construir o relacionamento entre os dois países como um modelo de cooperação entre os países em desenvolvimento e uma importante força que facilitará a paz e o desenvolvimento do mundo", disse Xi.

Xi também pediu que os dois países façam novas contribuições para construir um novo tipo de relações internacionais e uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade, assim como para a paz, a estabilidade e a prosperidade do mundo.

Xi enfatizou que a China apoia a prosperidade e o desenvolvimento do Brasil, acrescentando que a cooperação China-Brasil é altamente complementar, e que a China dá boas-vindas ao Brasil para que participe da construção conjunta do Cinturão e Rota, e está pronta para fortalecer a sinergia dos planos de desenvolvimento com o Brasil, a fim de alcançar desenvolvimento comum.

"A cooperação entre a China e o Brasil com certeza terá um futuro mais amplo", disse Xi.

Mourão transmitiu os cumprimentos cordiais e os melhores votos do presidente Bolsonaro para Xi, e entregou uma carta de Bolsonaro ao presidente chinês.

Mourão disse que o novo governo brasileiro liderado pelo presidente Bolsonaro atribui grande importância às relações com a China, admira a ideia do Partido Comunista da China de exercer o poder para o povo, e altamente elogia as importantes contribuições da China para o crescimento econômico mundial.

O Brasil considera a China como um parceiro estratégico global que é fidedigno, estável e confiável, e está pronta para trabalhar com a China para tornar os contatos de alto nível mais frequentes, aprofundar a cooperação e a amizade, disse.

"O Brasil está disposto a facilitar a sinergia de seus projetos de parceria de investimento com a Iniciativa do Cinturão e Rota e expandir a cooperação em áreas incluindo comércio, ciência e tecnologia, e inovação", disse Mourão, acrescentando que o Brasil dá boas-vindas a mais investimentos da China.

Mourão também expressou gratidão para apoio chinês à cúpula dos líderes do BRICS que será realizada no Brasil este ano, e disse que o Brasil está disposto a trabalhar com a China para fortalecer a coordenação e a cooperação em mecanismos multilaterais incluindo BRICS, OMC e G20, e defender o multilateralismo e o sistema global de comércio multilateral.

Suggest to a friend   
Print